Passado e Presente no canal de São Sebastião-SP

São Sebastião localizada no litoral norte de São Paulo é uma das mais belas e antigas cidades do Brasil. Seu canal, com profundidades naturais que podem chegar à 42 metros, e uma ilha (Ilhabela) que abriga suas águas, faz deste canal um dos melhores canais portuários do mundo.

Desde a época do descobrimento, seu canal já era frequentado por embarcações estrangeiras que vinham se beneficiar dos produtos naturais da região, devido a mata atlântica ou simplesmente para abastecê-las e seguir viagem. Essas embarcações, hora de piratas que saqueavam e aterrorizavam a pequena vila de São Sebastião, hora de países interessados em dominar a região como Espanha, França, Inglaterra, Portugal e Holanda, já sabiam que esse local era especial devido a suas características geográficas.

Após a dominação portuguesa e a expulsão dos demais países que aqui disputavam sua colônia, as águas abrigadas deram um novo sentido para a economia da região.

Com a produção das fazendas de cana de açúcar do século XVII e XVIII que trouxe prosperidade para essa região, seu famoso centro histórico é fruto desse episódio, embora tenha enfrentado um período de estagnação econômica posteriormente, devido a proibição do escoamento da produção local, sendo que a mesma teria que ser feita pelo porto da cidade de Santos.

Com a abertura dos portos no ano de 1808 aos países amigos da coroa portuguesa a cidade viveu um novo ciclo próspero. Atualmente, o local vive novas discussões com a vinda de grande empreendimentos e com o mercado crescente de embarcações, nesse caso, trata-se do mercado de navios de cruzeiros que cresce a cada ano.

O passado de disputas por países inimigos de Portugal, hoje dão espaço à empresas que anualmente fazem suas paradas no canal de São Sebastião , tendo Ilhabela ( Antiga Ilha de São Sebastião ) como destino.

Esse novo cenário, traz a esperança de novas oportunidades para o turismo local e regional, onde a comunidade local possa ser a maior beneficiada com a geração de emprego e renda, embora muitas discussões técnicas ainda sejam necessárias para mensurar todos os tipos de impactos, tanto ambientais quanto sociais.

Resumidamente, tanto o passado quanto o presente trazem pessoas à essa região , rica em biodiversidade e cultura, sabemos que muitos erros aconteceram no passado , com o extermínio das populações indígenas , com o tráfico de escravos e com contrabando de uma parte do ouro das "Minas Gerais". Esperamos que o turismo sustentável possa de fato amenizar os efeitos negativos e que possa ajudar no desenvolvimento local.


Ao fazer o Roteiro Caminho das Águas , você pode descobrir mais sobre o passado dessa região, então não fique de fora e faça já sua reserva pelo (12) 98211-2140.

#mtur #unwto #turismopaulista #institutosupereco #alegrianomar #projetobecodopicare

6 visualizações0 comentário